Tuesday, November 14

de repente tudo é azul!

ha situaçoes q qdo damos conta ja tomaram conta de nós (passe o pleonasmo lol)! tentamos olhar para tras p ver/localizar o ponto de viragem, o inicio mas ele n é linear, "algures por ai...ali...

penso q qdo isso acontece, qdo acontece desta forma q nos faz desligar de td a nossa volta, nos faz saltitar naquelas nuvens de algodao, so podemos sorrir e sorrir e sorrir!!!

escrevi noutro sitio algo semelhante... nao conheço o inicio nao consigo (e nao quero) estabelece-lo! aconteceram pequenos toques, macios, pequenos olhares cumplices, ao principio discretos e observadores, agora brilhantes... aconteceram trocas de ideias, pequenas "discussoes" de pontos de vista, acordo em maneiras de estar e pensar, passou pela vontade de estar, de conviver e conversar ate ser dia, de conhecer e depois sobretudo de saborear...e chegou a alguma responsabilidade e sobretudo à cumplicidade!

Raro é sentir a presença de alguem sem a ver... de sentir o quente sem tocar... de se sentir entendido sem falar... de se sentir sempre acompanhado...

raro é... ha q preservar!

1 comment:

Ricardo Neves (Mano) said...

Este texto está mesmo apropriado... Falta fazer aquelas referências aos pormenores que surgem com naturalidade... Aqueles bons, que nos fazem querer mais e nós nem sabemos bem porque. São tão naturais que só o olho mais distante nota mas que quando finalmente os notamos nos dão aquele bem-estar de ser superiormente satisfeito... É raro... Temos mesmo que preservar. Pelo menos para quem merece como a minha maninha linda.